Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estrabucha

Aviso: Este blog é dado à parvoeira e raramente, mas muito raramente, falam-se de assuntos sérios.



Quarta-feira, 31.07.13

Protestos na Assembleia da República, após a aprovação da moção de confiança pelo Governo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 30.07.13

E porque nem tudo é mau em Portugal #15

Segundo a Urban City Guides Lisboa é a 4ª cidade mais bonita do Mundo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 26.07.13

Conversas ao deitar #2

Ainda ontem na cama.

Ele: Olhá lá, o que andaste a fazer ontem à noite, que eu acordei hoje de manhã todo nu.

Eu: Acordas-te todo nu?!?

Ele: Sim.

Eu: Tens a certeza? É que eu estava toda vestida!

Ele: Acho que tinha apenas a camisola vestida.

Eu: Olha, só espero que tenha sido bom!!!

 

Ou então foi o Michael Jackson!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sexta-feira, 26.07.13

Conversas ao deitar #1

De 4ª para 5ª feira levei a noite toda a sonhar com zombies. Ontem à noite, quando nos fomos deitar:

Ele: Vê lá não apareça para aí o Michael Jackson.

Eu: O quê?

Ele: Sim, não vá ele aparecer para aí a cantar o Thriller!

Eu: Estúpido.

Ele a cantar: Thriller, thriller catrapila....

 

Eu mereço!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 23.07.13

Por a leitura em dia

Quando acabei o 3º livro das férias neste sábado que passou, o meu querido marido perguntou-me se eu estava satisfeita e que não tinha nada para ler depois em casa. Claro que repliquei que em casa não tinha tempo, pois tinha a vida preenchida com o trabalho, a casa e com ele.

Domingo já em Lisboa o homem começou a encher-me de perguntas, tipo 10 perguntas num minuto. Está ou não provado que aturar maridos é uma profissão a tempo inteiro?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 23.07.13

É fodida a puta da vida

Na semana passada morreu o sobrinho de um colega meu. 

Morreu no seu 1º dia de férias com a família. Quando a mãe o foi chamar para irem para a praia já o corpo estava frio. Tinha morrido durante a noite.

Tinha 18 anos.

Já não vai para a faculdade, não vai ter o primeiro grande amor, não vai ter o primeiro emprego, não vai casar, não vai ter filhos, não vai envelhecer. Nada...

E agora pensem no sofrimento daquela mãe (quem o conseguir, pois eu não sou mãe, por isso não consigo) que foi acordar o seu filho e já não havia nada a fazer. 

É fodida a puta da vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Sigam-me no Facebook

Estrabucha



Podem também estrabuchar aqui

estrebucha@gmail.com


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.