Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estrabucha

Aviso: Este blog é dado à parvoeira e raramente, mas muito raramente, falam-se de assuntos sérios.



Quarta-feira, 25.06.14

Santorini

Sapatinhos do rio para se poder entrar dentro de água em Kamari

 

Em Perissa, sem sapatinhos, porque não é necessário, mas para ir para água temos que ir de chinelos até à beira-mar porque a areia queima os pés.

Em kamari

Oia à noite

Estrabucha e homem

Baía de Amoudi

 

A ver o por do sol e a beber um copo de vinho branco

Oia

A melhor compra em Santorini, o chapéu

 

Onde comíamos pita gyros em Oia. Uma refeição inteira dentro de uma "panqueca" de pita por menos de 3€

Fira

 

 

Red beach

Por do sol em Imerovigli

Por do sol em Oia

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 25.06.14

De volta à infância

Na festa de anos do meu sobrinho, no sábado passado, ele e uns amigos estavam a jogar à mosca. Lembram-se deste jogo? Joga-se com 3 pedras separadas pelo comprimento de um pé e vai alargando de um lado e do outro à medida que vamos saltando.

Quando olhei para os putos, revivi alguns momentos da minha infância e relembrei-me de um jogo à muito esquecido na minha memória. E lá estavam os putos a saltar ora de uma lado ora de outro e de cada vez que saltavam eu parecia que tinha 12 anos outra vez.

E de repente, quando dei por mim, estava a correr para saltar entre 3 pedras que já distavam entre si bem mais de 1 metro, porque os putos devem ser arraçados de cangurus e saltam que se farta. 

E o meu momento Neide Gomes acabou-se naquele salto, porque quando coloquei o pezinho no chão, no último salto, senti uma dor fininha no tornozelo. Acabou-se o momento pomba gira do salto que baixou em mim, voltei aos 35 e fui fumar um cigarro sossegadinha num degrau porque assim não me aleijo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Sigam-me no Facebook

Estrabucha



Podem também estrabuchar aqui

estrebucha@gmail.com


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.