Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Estrabucha

Aviso: Este blog é dado à parvoeira e raramente, mas muito raramente, falam-se de assuntos sérios.


Terça-feira, 15.01.13

O que vamos ganhar em 2013?

As novas tabelas de IRS saíram ontem e agora muitos de nós temos que fazer contas para ver quanto vamos receber todos os meses e, principalmente, para saber se queremos receber os duodécimos ou não.

O essencial é sabermos fazer as contas aos nossos ordenados, e é isso que eu vou aqui fazer. Tentar ajudar muitos de vocês a fazer as contas.

Vamos ter em exemplo um solteiro sem dependentes que ganhe 1000€ por mês (Atenção que este exemplo é para os trabalhadores do privado).

Vencimento Base Sem Duodécimos

Vencimento Base: 1.000€

Seg. Social: 110€ (taxa fixa de 11%)

IRS: 135€ (aplicada uma taxa de 13.5%)

Sobretaxa IRS: 9,45€ (3,5% da diferença do nosso ordenado liquido para o ordenado mínimo nacional)

Valor Liquido Mensal Sem Duodécimos: 745,55€

Vencimento Base Com Duodécimos

Vencimento Base: 1.000€

Duod. Sub. Férias: 41,67€

Duod. Sub. Natal: 41,67€

Seg. Social: 119,17€ (taxa fixa de 11%)

IRS: 135€ (aplicada uma taxa de 13.5%)

IRS S. Férias: 5,63€ (aplicada uma taxa de 13.5%)

IRS S. Natal: 5,63€ (aplicada uma taxa de 13.5%)

Sobretaxa IRS: 11,65€ (3,5% da diferença do nosso ordenado liquido para o ordenado mínimo nacional)

Valor Liquido Mensal Sem Duodécimos: 806,26€

Temos que ter em conta os seguintes pressupostos:

1. O IRS é um valor fixo se recebermos apenas o vencimento base. Se recebermos prémios somamos o valor do prémio ao vencimento e "levamos" à tabela de IRS.

2. As tabelas de IRS para os trabalhadores do privado são as tabela I, II e III do Despacho 796-B/2013 que foi publicado na 2ª série do Diário da República em 14/01/2013.

3. A tabela I é aplicada a todos os solteiros.

4. A tabela II para todos os casados que sejam titulares únicos de rendimentos ou se um dos elementos do casal ganhe mais de 95% do rendimento bruto total do casal.

5. A tabela III para todos os casados em que ambos os cônjuges são titulares de rendimentos e nenhum aufere 95% ou mais do rendimento total do agregado.

6. Para calcular a sobretaxa de 3.5€ temos que deduzir 485€ (SMN) ao nosso rendimento líquido. No exemplo em cima o liquido sem duodécimos seria 755€. O valor para calcular a sobretaxa será 270€.

7. Os duodécimos que se recebem são metade do subsídio de férias e de natal a dividir por 12. No exemplo em cima 500€/12.

8. A outra metade dos duodécimos são pagos na altura em que as empresas pagam aos seus funcionários os respectivos subsídios.

Agora é só fazer contas e decidir os duodécimos em consciência.

Se tiverem dúvidas é só perguntar que eu tento ajudar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Sigam-me no Facebook

Estrabucha



Podem também estrabuchar aqui

estrebucha@gmail.com


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.